In

50 tons de Cinza. - resenha





Oi gente como vocês estão?



Então hoje eu vim com uma resenha um pouco polemica e sei que vai ter algumas pessoas que vão detestar, no entanto, terá outras que iram se interessar e talvez chegar a ler o livro.



Com o lançamento do filme 50 tons de cinza se criou o estereótipo de que esse livro mostrar a mulher somente como objeto sexual e que tirando o dinheiro e poder do Christian Grey (o protagonista) ele só é um cara perverso que agride as mulheres como prazer sexual.  Eu vendo esses comentários maldosos pensei comigo que as pessoas que falam mal do livro pelo menos o leram para tirar essas conclusões, pois se você lê e não gostar é direito seu não gostar da obra e critica-la, mas grande parte das pessoas que falam mal do livro ou são religiosos extremos, que até uma simples tatuagem pode afetar no caráter da pessoa ou por pessoas que ouvem essas religiosas e acabam aumentando mais do que é realmente a historia e ai está um grande estereotipo criado nas costas de um livro.



Queria dizer que sim o livro tem partes eróticas, mas nada que a globo não passe em horário nobre.  Sim o livro mostra sexo como ponto de prazer e blá blá, porem o livro é sim um livro de romance, um livro que tem suas aventuras e seus perigos, é um livro normal como qualquer outro.



Vamos parar de conversa que no final da resenha vocês tirem suas conclusões sobre o livro.





Sinopse: Anastasia Steeler é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Um dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey . Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey. 





Anastasia Steeler, uma estudante de literatura de 21 anos, ingênua, desastrada, estudiosa nunca teve tempo ou talvez interesse o suficiente para entrar em um relacionamento serio com alguém e decidiu não perder sua virgindade.  


Sua amiga Kate acaba ficando doente e ela estava encarregada de entrevistar um dos grandes magnatas da cidade, o multi bilionário...  Christian Grey. Após Kate pedir com seu jeito autoritário, Anna, como é apelidada, aceita fazer essa entrevista com esse tal Grey e mal sabe ela que sua vida irá virar de cabeça para baixo depois dessa singela entrevista.


Quando Anastasia Steele entrevista Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador.


Ana se surpreende ao perceber que, a respeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. 



Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. 


Um relacionamento não convencional é seguido pelos dois e muitos segredos envolvem o passado de Grey e Anna tenta desvenda-los. 


Jogos eróticos e um contrato, Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita.


Eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.


Mas nem tudo são contos de fadas, ele passa da barreira estabelecida por eles e ela acaba indo embora deixando tudo aquilo para atrás: o amor, o prazer, o Grey.



Às vezes o amor nem sempre é escrito preto no branco... Às vezes é cinza!







Lá vai eu de novo... Não é nada demais no livro e eu gosto dele, e pra ser franca as partes de sexo vem ficar meio fortes no meio pro final do livro e no 1° livro da trilogia são meio contadas as cenas eróticas, então eu realmente não sei por que desse alvoroço por conta de um misero filme, se não gostar não veja, quer expor sua opinião exponha, mas sem o senso comum, não critique algo só por que esta na moda criticar, seja diferente dos outros e use sua cabeça.



Essa resenha não tem tudo o que esta no livro e eu sei, se estou aqui para defender o livro e contar tudo o que se passa nele não vou criar o interesse da leitura em vocês.  Mas esse é o enredo da historia.   



Não recomendo esse livro para todo tipo de pessoa, maiores de 16 anos são os que eu indico mais ou menos, pois ainda sim tem algumas cenas meio fortes.  







Nota final : 5 estrelas. 






Espero que tenham gostado da resenha.  Bjs, bjs da gih. 





Posts relacionados

2 comentários:

  1. Oi, tudo joia?
    Vejo muitas resenhas sobre a série, e sempre vejo aqueles que amam e aqueles que detestam, eu fico no meio termo já que nunca tive vontade de ler. Principalmente com o filme agora o que mais vejo é sobre 50 tons haha,

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu deus me desculpe pela demora para te responder joice, mas sabe eu sou muito esquecida e todo mundo tem que me lembrar de um monte de coisas kkkkkkkk sim 50 tons de cinza foi o estouro que deu, tanto para os que gostam, quanto para os que detestam, mesmo assim conseguiu lucrar mulhões e isso é realmente incrivel. espero que tenha gostado da resenha. obg por comentar :)

      Excluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!