In resenha

Cartas de amor aos mortos - Resenha






Oi gente tudo bem?




Estou sumida eu sei, mas eu estou com tantas ideias pro blog que eu mal consigo me organizar direito. Preciso fazer uma tabela de afazeres pra ver se eu consigo me organizar mais.  Então gente eu vim com uma resenha um tanto quanto, diferente? Pode se dizer que sim.  É uma historia normal, mas que é encaminhada para pessoas mortas... Vocês devem estar confusos hahaha. 

Então lets GO!

SinopseTudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.




Laurel é uma menina que acabar de entrar no ensino médio americano.  Um novo começo, novos amigos, mas ela não estava interessada nesse tipo de relação.



A morte precoce de May, irmã de Laurel, deixou a menina destroçada, com a família em partes. Um pai que estava triste demais para lhe dar atenção, uma mãe que não superava a dor da perda de sua filha mais velha e descide ir pra um lugar longe o bastante para se livrar da realidade.


Lourel dividia seus dias em que ficava na casa do seu pai e na casa de sua tia. Sem uma residência fixa, sem amigos, Laurel via sua vida se destroçar em mais partes pequenas demais para serem reconstruídas de novo.


O 1° dia na escola de Laurel não foi um dos melhores, não conseguirá fazer amigos nas primeiras Duas semanas e com vergonha por levar seu lanche, comia no banheiro, sozinha, isolada das demais pessoas.


Não foi tão difícil ela conseguir arrumar um par de amigas legais, Natalie e Hanna. Duas meninas descoladas que aproveitam a vida ao Maximo. Hanna a garota que ficava com todos os garotos da escola, cada semana com um namorado novo. Natalie a que gosta de festas, beber e experimentar coisas novas... Lourel só era mais uma menina desesperada por atenção que acabou embarcando na ideia de fazer tudo o que sua irmã May fazia, queria ser igual a ela, talvez as pessoas gostassem mais dela e ela fosse assim.



Um trabalho de inglês “escrever uma carta para alguém que já morreu.” Parecia ser uma ideia boba que acabou se tornando ponto de refugio da menina. Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop eles era os receptores das cartas, mesmo elas nunca terem sido entregues... O motivo? Todos eles estavam mortos. Uma forma de conversar com alguém que nunca te julgaria pelas suas escolhas pareceu uma boa ideia para a menina e assim ela escreveu varias cartas, contando sua historia.



Sky, um menino intimidador, calado, porem, lindo... Essas características acabam despertando a atenção de Laurel e ela acaba se apaixonando por ele.


O primeiro amor, os medos, o seu segredo... Eram esses os assuntos diários de Laurel para com os ídolos mortos.


Ela acabou descobrindo que para conseguir viver, ela precisava viver o passado novamente e aprender a lidar com um futuro sem a irmã por perto.


Uma historia de amor que conta o amor de uma menina pelos pais, pelos amigos, pela tia extremamente religiosa, pela irmã, May. 



Ninguém disse que crescer seria fácil, e nem que doeria tanto. Mas tudo tem seu tempo.



Então o que eu achei desse livro? Eu ameiiii, serio porque quando a minha amiga falou que o livro era bom, eu olhei para ele e fiz aquela cara de “hmm esse titulo, essa capa.” Mas como sou eclética em relação a livros e decidi ler ele e foi tão inesperado eu me apaixonar por ele, que eu acabei lendo ele todo em Um dia. Hahaha.  A única coisa que eu achei mais ou menos foi à relação do Sky com a Laurel, tipo foi tudo muito rápido, mas eu levei em consideração que era o 1° amor da menina então as coisas acontecem rápido mesmo.



A classificação final: 5 estrelas.










Espero mesmo que tenham gostado da resenha.  E nós do Victor reads temos varias novidades pra vocês, então fiquem ligados as próximas postagens, pode sair alguma novidade no ar.  Beijos, beijos da gih. 



Posts relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!