In

Divergente - Veronica Roth



Título: Divergente - Uma escolha pode te transformar.
Título Original: Divergent
Livro 1
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Ano: 2012
Páginas: 504
Sinopse:
 Uma escolha - decide quem são seus amigos
Uma escolha - Define suas crenças

Uma escolha - Determina sua lealdade...
Para sempre
Uma escolha pode te transformar.

Onde Comprar: Submarino || Livraria Cultura || Saraiva

~//~

A história se passa em uma Chicago do futuro, destruída pela guerra, aqueles que sobreviveram dividiram a sociedade em cinco facções: A Amizade, que era formada por aqueles que diziam que a guerra havia acontecido por causa da agressividade das pessoas, a Abnegação eram os que culpavam o egoísmo, a Erudição culpava a ignorância, a Audácia culpou a covardia e a Franqueza culpava a duplicidade. As facções foram criadas para evitar uma nova guerra e manter a ordem das coisas, cultivando-se assim a sociedade mais que perfeita.
Aqui nossa protagonista chama-se Beatrice Prior, que aos 16 anos deve tomar a maior decisão de sua vida, isto é, escolher em continuar com sua família na facção atual (Abnegação), ou investir sua vida em uma facção de sua escolha. Para ajudar os jovens a escolher sua facção é feito um teste com cada um, onde o resultado vai indicar em qual facção ele se encaixa melhor. Mas Beatrice não obtém um resultado conclusivo e recebe a noticia de que é DIVERGENTE e que deve esconder isso de todos, até de seus pais.
No dia da escolha, ela opta por uma facção que sempre teve admiração, ela escolhe a fazer parte da Audácia. Em sua nova facção ela conhece Four (Quatro- Sim, isso é um nome) e precisa provar, não apenas para si mesma, mas para seus instrutores, incluído Four, que a Audácia é onde ela deve estar e que ali é o lugar dela. Mas para isso ela precisará passar por um processo de iniciação, que não vai apenas exigir esforço físico, mas a iniciação daquela facção pode ser mortal, exigindo também sua capacidade mental e emocional. Passar por isso não é só uma questão de honra ou de auto estima, é uma questão de sobrevivência.

  Vamos lá (haha). A história é maravilhosa kk então vou começar pelos pontos positivos kk
  Um dos pontos que mais me agradou foi a protagonista Beatrice, ela não foi uma protagonista que já chegou e foi sendo a “bambambã” da história, ela consegue conquistar a admiração do leitor aos poucos, a Beatrice que nós conhecemos no começo não existe no final, ela muda muito no decorrer do tempo, foi uma protagonista muito interessante de acompanhar, tanto que, ás vezes, dava vontade de sacudi-la para ver se ela acordava pras coisas que estavam acontecendo. Beatrice é uma personagem corajosa, mas a coragem dela não tem um motivo distinto, a coragem dela é ela mesma, tudo que ela faz, tudo que ela passa é porque ela decidiu passar, é porque ela quis passar, o que ela fazia não era pelos outros, o que ela fazia era por ela mesma. É uma historia bem realista, acho isso muito bom, cada personagem tinha sua perssonalidade bem forte e marcante, e nós leitores conseguimos ver nos personagens pessoas que nós conhecemos no nosso dia-a-dia, por exemplo, quando você está lendo sobre alguém da Franqueza você pensa “Nossa, eu tenho uma amiga que fala igualzinho a essa personagem”, então isso me deixou bem mais familiarizado com enredo. O que me chamou atenção também foi a questão da narrativa, é uma narrativa muito fluente, acho que a Veronica Roth conseguiu trabalhar tão bem as palavras que a leitura ficou bem natural, quando você começa a ler, você nem percebe que está passando as páginas. Foi uma leitura que me prendeu muito do inicio ao fim, tipo muito mesmo, não é uma leitura monótona e você quer sempre saber o que vai acontecer, é aquela velha história do “só mais um capitulo” (quem nunca disse isso? Kkk).

Vamos aos pontos negativos... 
Algo que realmente me deixou com uma pulga atrás da orelha foi a questão da velocidade dos acontecimentos. Assim que passamos da cerimonia de escolha as coisas ficam bem lentas e repetitivas, as coisas estão acontecendo e é super legal, mas você fica esperando as explicações e elas não vem, ficamos com o mesmo conhecimento até a metade do livro, mas não fica chato, porque o livro está cheio de ação, realmente tem coisas interessantes acontecendo. Quando chegamos lá no final  as coisas vêm todas de uma vez, uma bomba atrás da outra, você mal acaba de entender um acontecimento e já tem outro vindo por cima, isso deixou a impressão de que a Veronica não soube organizar  a ordem das informações, acho que ela podia ter separado um pouco mais, para não deixar esse clima de parado no começo e muito rápido no final. Também fiquei meio assim com o romance, por que eles quase não passaram tempo juntos e quando começaram a se aproximar “Paaah”, carinho pra lá e pra cá e foi uma coisa que ficou muito de repente. Não curti também o fato de descobrirmos as coisas só bem no finalzinho.


O final do livro me deixou desesperado para o próximo (Insurgente), queria muito saber o que ia acontecer com a Tris (Beatrice), com o Four (Quatro) e o que ia acontecer com as Facções.

 PS: Acho que me empolguei um pouco e escrevi de mais kkk

Nota final: 4 estrelas 


Vou ficando por aqui pessoal, espero que tenham gostado, 
Espero pelos comentários.
Até semana que vem.



Posts relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!