In cotidiano

As férias foram sensacionais - diário do universitário


 As férias de julho, particularmente, é meu período mais aguardado no ano (além do meu aniversário), não sei se pelo cansaço ou pela pressão das atividades e semanas de provas do semestre, mas foram dois bimestres muito bons, apesar de tudo. Me acostumei a pensar que o estresse é valido e que tudo nessa vida também vale a pena, o que realmente não vale a pena é aquilo que ainda não fizemos – profundo, não é?!

 Só de pensar que final de expediente eu não tinha que ir correndo para a faculdade me dava um alívio, sentia paz e liberdade para fazer diversas coisas, como os extensos planejamentos do blog ou até mesmo botar minhas series em dia e ter um tempinho a mais com as pessoas que amo. Tive uma certa naupatia com as series, porque acabou que eu me cansei delas e fiquei mais com os filmes, – me indiquem series por favor, estou realmente precisando ver algumas novas e diferentes – partindo deste fato senti que tudo estava perfeito.

 Fiz passeios, li livros que estavam encalhados na prateleira há séculos, aliás, eu arrumei minhas prateleiras e atualmente estou dando lugar aos novos livros de literatura e acadêmicos. Assisti alguns filmes da saga de Harry Potter pela milésima vez, fui ao cinema algumas vezes, escrevi, descobri músicas novas... foram tantas coisas.

 Durante este período aprendi a administrar meu tempo e a concluir as coisas que eu iniciava, talvez pelo exercício da paciência e persistência. Acho que são características desenvolvidas na faculdade mesmo, porque lá eu tenho que utilizar elas de montão.

 Eu não poderia deixar de falar do tempo, o grande vilão das pessoas, inclusive o meu e de meus projetos, - digo projetos, porque são muitos e tenho que desenvolvê-los de forma vagarosa, não é agradável desenvolver assim, mas faz parte. Nesse mês consegui fazer bastante coisa da minha listinha de tarefas e muitas delas foram riscadas, com sucesso e disso eu me orgulhei bastante.

 De fato, as férias foram sensacionais, sem desconsiderar nenhum fator, foram muito boas e divertidas. Agora vamos voltar e focar, com garra.

*este quadro foi desenvolvido com o objetivo de compartilhar experiências com quem o lê, se você tem alguma experiência a ser discutida, é só comentar*.

Posts relacionados

2 comentários:

  1. Oi Victor! Tudo bem?
    Eu estou desempregada, então estou há um tempo de férias! hahaha Mas tinha saído de um emprego que estava me desgastando muito, inclusive acho que estava com esgotamento emocional. Chorava por tudo, não conseguia ler, assistir, foi um período péssimo. rs Enfim, que bom que suas férias foram bem satisfatórias! Eu enjoeei um pouco de algumas séries, comecei outras e adorei. Diferente de você não assisti muitos filmes, não encontro nenhum que me chame a atenção e olha que eu queria assistir uns bons, mas não me animo. =/ Alguma indicação? :)
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamilla! Tudo bem?

      A minha situação não é diferente, mas preciso ficar mais um tempo neste emprego. O que muda é que ainda estou firme, mas existe toda aquela exigência que um emprego tem. Eu sinto muito pelo seu período, entendo completamente e sei como é desinteressante passar por algo do tipo.

      Assista ao original da Netflix "Fica comigo", assisti nesta semana e gostei, acho que você também vai gostar!

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!