In livros resenha

Surpreendente, Maurício Gomyde

“Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora da periferia, Pedro planeja seu próximo filme, a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração. A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos”. Surpreendente – 272 Páginas – Editora Intrínseca – Maurício Gomyde – Ano 2015


 Já li um livro do Maurício Gomyde e me surpreendi bastante com sua escrita, afinal eu o li em apenas um dia – leia aresenha clicando aqui -  e sim foi bem interessante a leitura e demasiadamente instigante.

 A vida pacata e cheia de paixão de Pedro, pelo cinema o torna um cara bem interessante de se conhecer ao decorrer da leitura, e por simplesmente acreditar que esse seu amor pelo cinema, mudaria o mundo talvez as circunstâncias não sejam o bastante para pará-lo. As coisas vão acontecendo e conhecendo Pedro, Fit, Mayla e Cristal, você consegue sentir o verdadeiro significado de uma amizade, pode ser pela aventura, ou pode ser simplesmente pelos sentimentos que o autor quer passar através de uma escrita fluida e bem desenvolvida.


 Ao iniciar a leitura tive a impressão de que por mais que a vida de Pedro fosse interessante o bastante, levando em conta o cinema qual ele era louco, não havia um desenvolvimento instigante que me prendia a história por completo, talvez não foi apenas impressão, pois o Maurício pode ter pensado em deixar o melhor para o final.

“... já dizia o velho poeta: ‘Quem tem um porquê, enfrenta qualquer como. ’ – Página 147”.

 Na minha opinião a história só tem fluidez de uma verdadeira aventura e um “UP” apenas após algumas páginas, portanto não desista da leitura se achar meio parada, prometo que ela fica legal – esse foi o motivo que me deixou meio “sei lá” em relação a classificação deste título.


 Todas a questões que são levantadas são encerradas, mesmo que indiretamente você consegue perceber que as coisas, realmente, se encaixam.

“ – Aproveite o dia, torne sua vida extraordinária... Lute em grande desigualdade, entre inimigos em temor... Seja um marinheiro do mundo, em viagem por todos os portos... Viva para ser governador da vida, não um escravo... Dance, bata palmas, exalte, grite, pule, rodopie, flutue... – Página 105”.

 Diagramação, capa nem preciso dizer que são completamente apaixonáveis e lindos de viver! Os personagens bem construídos, amei a Cristal e a avó de Pedro, são duas personagens originais e fofinhas.



 Tive uma experiência boa, apesar de achar que o envolvimento da história deveria ter sido sentido desde o início, porém, acredito há casos e casos e este é um caso. Recomendo, indico e intimo você a ler este livro, você pode aprender sobre os valores da vida e até mesmo reajustar os seus.

Posts relacionados

16 comentários:

  1. Eu não conhecia o escritor até porque não sou tão chegada em livros mas pelo resumo parece bom o livro, gostei da indicação, a história parece bonita.

    Beijinhosss ;*
    Blog Resenhas da Pâm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela! Tudo bem?

      É um autor amigo, li um livro dele há alguns anos e gostei de primeira de sua escrita e agora li este e é o segundo livro que leio dele e devo admitir que só tive a mesma experiência boa do anterior no final, mas está valendo é muito bonita a história.

      RECOMENDO!!!

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  2. Oii! Esse livro é bem divulgado, vejo várias fotos no instagram. Eu particularmente adorei o mistério do início da história, para deixar o melhor para o final. Acredito que leria só por isso rsrs ele literalmente quis mostrar, não julgue uma história pelo seus primeiros capítulos. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Tudo bem?

      É super bem divulgado, tenho que concordar que me atraiu muito pelo marketing bem feito que tem e por sua auto divulgação pelo conteúdo da obra, mas cada um de nós temos uma opinião divergente quanto alguns detalhes das obras.

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  3. Oi Victor!
    Eu sempre vejo muitos elogios para o Gomyde e sempre tive curiosidade de ler algum livro dele. Esse até chegou às minhas mãos e eu gostei da temática, mas acabei não lendo.
    Que bom que, apesar do inicio lento, a leitura valeu a pena depois.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana! Tudo bem?

      Eu li o primeiro, pois ganhei da minha tia que pegou autografo na Bienal de 2014 e este compre baratinho na Saraiva e me surpreendi como promete o título, rsrs

      Recomendo que leia "A Máquina de Contar Histórias" do Maurício é pequeno e abrirá seu apetite quanto as obras dele.

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  4. Eu sou perdidamente apaixonada pela capa desse livro, sério. Acho ela tão linda! Já tinha visto uma resenha dele e disseram isso também de o livro ser meio arrastado, o que acabou me deixando com menos vontade de ler, mas gostei de saber que é tudo resolvido no final e que a história tem um "up" nessas páginas!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela! Tudo bem?

      Esse livro tem tudo muito impecável, e um além da premissa, foi o que justamente me chamou atenção. As críticas são bem construtivas, mas há quem diga que cada um tem uma experiência diferente, acho que devia tentar.

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  5. Oi migo!
    Só li um livro do Gomyde e adorei a experiência! Quero ler esse tbm, mas sua resenha me deixou menos animada, rs
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miga! Tudo bem?

      Este é o meu segundo do Gomyde e acho que foi mais uma ótima experiência e fico feliz com isso. Você não deve se desanimar, porque as perspectivas divergem sempre. ;)

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  6. Oi Victor.
    Eu gosto muito do Maurício, apesar de ainda não ter lido nenhum de seus livros. Ás vezes acontece de uma história não fluir logo de cara, mas isto nem sempre é um fato que atrapalhe se ela for boa.
    Um abraço.
    Doces Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia! Tudo bem?

      O Maurício é quase um daqueles escritores completos, com uma escrita fluída e gostosa, é uma pena que não fluiu logo de cara, mas acredito e gosto da escrita dele.

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  7. Oi Victor! Pena que as primeiras páginas já não tenham te conquistado. Comigo isso não ocorreu, eu adorei esse livro. Ele trás muitas reflexões, né? O que mais curti na obra foi o fato do Maurício não ter focado em romance e sim nas amizades. ♥
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamilla! Tudo bem?

      Me pareceu que não ia fluir de fato, mas me surpreendi bastante assim como o título sugere. Que bom que você já leu e gostou, e realmente o fato do Maurício focar nas amizades é muito legal!

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir
  8. Oi Victor :)
    Li surpreendente e gostei muito apesar de alguns capítulos serem bem arrastados mas persisti e não desisti e gostei bastante do desfecho.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai! Tudo bem?

      A persistência foi essencial para de fato entendermos porque haviam aqueles trechos arrastados, e pelo visto valeu a pena não é?!

      Grande abraço,
      www.cafeidilico.com

      Excluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!