In livros resenha

Fraude Legítima, E. lockhart.


 Jule West Williams é uma garota capaz de se adaptar a qualquer lugar ou situação. Imogen Sokoloff é uma herdeira milionária fugindo de suas responsabilidades. Além do fato de serem órfãs, as duas garotas têm pouco em comum, mas isso não as impede de desenvolver uma amizade intensa quando se reencontram anos depois de terem se conhecido no colégio. Elas passam os dias em meio a luxo e privilégios, até que uma série de eventos estranhos começa a tomar curso, culminando no trágico suicídio de Imogen e forçando Jule a descobrir como viver sem sua melhor amiga. Mas, talvez, as histórias das duas garotas tenham se unido de maneira inexorável — e seja tarde demais para voltar atrás. | E. Lockhart – Editora Seguinte – Página 273 – Ano 2017 – Ficção, Jovem Adulto, Suspense e Mistério.




Jule é uma garota normal, flexível e amiga de Imogen Sokoloff, qual se identifica devido à similaridade que têm, não só na aparência, mas também no fato de ambas serem órfãs. A amizade delas é intensa e até mesmo questionável há quem observa bem a situação das duas. Coisas estranhas tomam curso na história após o suicídio de Imogen e nada parece estar mais no lugar. Para voltar atrás, talvez já seja tarde demais.

Me envolvi um tanto ao decorrer das páginas, me senti intrigado e enganado, o que é uma característica típica da E. Lockhart em seus suspenses e mistérios. Tive o pré-conceito de quais eram realmente as intenções de cada um dos personagens, e também a costumeira impressão que temos e qualquer leitor que já esteja habituado a escrita da autora tem.


A aparência e estruturação de cada um dos personagens é muito bem descrita e resulta na visualização imaginária de cada um dos personagens. Particularmente assimilei alguns com artistas brasileiros, por exemplo, o Forest – namorado de Imogen – com Daniel Furlan, apesar de terem o cabelo totalmente diferente. Mais de forma geral a construção de cada um dos personagens é impecável.

O único personagem que me afeiçoei, foi a Jule, apesar de todos os fatos controversos. Quanto aos outros não tive nenhum apreço pelo simples fato de que Imogen não é realmente tudo o que esperamos de uma mocinha, Forest é um riquinho mala, Broken é sincera e irritante de certo modo, enfim, não existiram motivos suficientes para que eu os adorasse como gostei de Jule, apesar de serem todos excepcionais em suas características.



O enredo e o modo de estruturação da história são um diferencial e tanto, pois os capítulos são de forma decrescente dando um contraste ao enredo de forma positiva, para a localização dos personagens. A Lockhart soube desenvolver isso sem embolar toda a história e isso é demais! Os aspectos físicos são impecáveis, diagramação e capa estão excelentes.

Este livro te envolve em uma trama misteriosa totalmente atípica do habitual, e muito bem elaborada, sendo esta uma característica crucial para fisgar ao leitor e o entreter. Ideal para você que adora suspenses e mistérios.


Posts relacionados

2 comentários:

  1. Oi, Victor. Parece bem legal!
    Agora toda vez que me deparo com esse nome E. Lockhart, eu lembro de vc, pq sempre fala dela aqui... logo leio algo dela tb. Estou curiosa! rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. KKKKKK Realmente eu curto muito os livros da autora e não me canso deles.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!