In dicas Meicy Lins

Seis motivos para assistir e se apaixonar por Jane the Virgin.


Jane The Virgin é uma série de televisão exibida pela TW desde 13 de outubro de 2014.

Sinopse:

Jane (Gina Rodriguez) é uma jovem de 23 anos que aprendeu com a avó que deve se manter virgem até o casamento, mas que acidentalmente é inseminada. Agora ela terá que lidar com a gravidez repentina e inusitada, as grandes reviravoltas em sua vida, e com suas confusões amorosas.

Seis motivos para assistir e se apaixonar por Jane The Virgin.

1- Jane Vilanueva é uma protagonista apaixonante. Para aqueles que procuram por "mocinhas" românticas fortes e corajosas, aqui está uma. Sempre se metendo em confusões engraçadas e dramas amorosos, Jane é uma prova viva de que ainda existem mulheres que são românticas e não deixam de lado sua independência. Sem esquecer o fato de que sua personalidade "casta" e ao mesmo tempo extrovertida, me fez rir muito em vários momentos. Mas não prometo só risos, Jane tem uma carga emocional que deixa qualquer um impressionado, e quando o assunto é drama, ela não deixa a desejar.

2- A série trata de assuntos polêmicos e fascinantes, como o empoderamento feminino, o aborto e as dificuldades enfrentadas por uma mãe solteira. A própria Jane foi criada apenas pela mãe, contando com a ajuda da avó, em grande parte dos episódios vemos Xiomara (Andrea Navedo) mãe de Jane, se desdobrando para cuidar da educação da filha sozinha. Chorei feito um bebê quando a personagem descobre que está grávida e que agora terá que escolher se pretende ou não ficar com a criança, isso tudo enquanto termina a faculdade e trabalha de garçonete para ajudar a família.

3- Jane The Virgin é uma série baseada numa telenovela mexicana, e como toda boa novela mexicana, o que não falta nessa série é um apaixonante clichê. Jane é aquele tipo de mocinha que se apaixona fácil, por isso se mete em uma confusão atrás da outra, e claro, não podia faltar o tão famoso triângulo amoroso. Michael Cordero (Brett Dier) e Rafael Solano (Justin Baldoni), são os príncipes encantados que disputarão o coração da nossa mocinha, sintam-se a vontade para escolher um lado, mas vou logo avisando que torcer por um casal desde o início é uma tremenda furada. O importante é que emoção não falta.

4- Outro motivo para se apaixonar pela série são os acontecimentos inusitados. Em muitos momentos me senti uma verdadeira detetive tentando decifrar o que estava acontecendo e o que estava por vir. Jane The Virgin é uma série de drama, mas não há como não confundir com um fascinante romance policial. Vilões misteriosos com traumas do passado, traições, assassinatos para desvendar e sequestros repentinos, são só alguns exemplos dessas reviravoltas malucas que prende qualquer um.

5- Personagens maravilhosos por quem você torce e chora junto. Petra Solano (Yael Grobglas), é a perfeita "vilã" que faz o possível e o impossível para afastar Jane do seu marido, Rafael Solano, mas mesmo com as armações e as mentiras da loira, não há quem não acabe torcendo para ela. Não sei vocês, mas eu sempre acabo ficando do lado dos vilões, por trás de tanta maldade sempre há uma história triste, não é diferente com Petra. Outra personagem incrível é a Xiomara Vilanueva, a determinada e maluca mãe da Jane que está sempre enlouquecendo a filha, confesso que me diverti muito com ela, aposto que irão se divertir também.

6- Trilha sonora incrível e muito amor. Provavelmente vocês já devem ter percebido que sou apaixonada por um "clichê", esse foi um dos motivos que me fizeram amar tanto essa série, não só esse como todos os ensinamentos que são passados em cada episódio. Amor é o verdadeiro assunto abordado. Tanto o amor entre amantes, quanto entre a família e os amigos! Não há como não se emocionar vendo a Jane nessa busca incansável pelo príncipe encantado, alguém que pretende esperar por ela até o casamento. E a união entre as mulheres Vilanueva é o que verdadeiramente me emociona, mulheres fortes, cada uma com sua história de vida e luta, e que acima de tudo são totalmente entregues ao que sentem uma pela outra. Sem falar na luta interna que Jane trava contra o sentimento materno que cresce dentro dela, mas não darei spoiler, vocês terão que assistir para descobrir o desenrolar da história.

Clichês, dramalhões, comédia e muito amor! Se você está procurando uma novela mexicana em forma de série, chega de procurar, Jane The Virgin é sem dúvidas um bom passatempo para um fim de tarde.

 

Posts relacionados

4 comentários:

  1. Oi Meicy
    Não sou muito chegada a novelas mexicanas, na verdade acho que nunca assisti alguma, mas gostei dos seus argumentos para assistir esta série. No momento não estou aberta a novas séries, mas quando estiver procurando posso ver se gosto desta.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Dê uma chance as novelas mexicanas, ainda mais naqueles dias tristes onde precisamos de um bom romance pra chorar. Obrigada por ler a matéria! Espero que assista e acabe gostando, beijos.

      Excluir
  2. Eu sempre tive uma curiosidade pra ver essa série, pela sinopse e pelos prêmios a que ela sempre é indicada. A sua definição de "novela mexicana em forma de série" me aguçou aqui. hahaha Eu tb amo um clichê e um dramalhão, mas tenho muito medo de Jane The Virgin cair na enrolação que a maioria das séries acaba caindo quando tem muitas temporadas... essa aí tem 4 não tem? Já fico com o pé atrás... Ou não seria o caso? rs
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduarda, a série é incrível! Super recomendo, não se engane pela quantidade de temporadas, Jane the virgin surpreende com reviravoltas emocionantes. Espero que assista e se apaixone! Beijos.

      Excluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!