In cotidiano

Cinco lições de 13 Reasons Why.


Os treze porquês impuseram ao público um grande impacto em perspectiva a diversos assuntos demasiadamente delicados que ocorre com uma certa frequência, como por exemplo: suicídio, bullying, estupro, violência, etc. Clara e objetivamente podemos visualizar através das fortes sequências de cenas lições boas, ruins e dolorosas.

Analisando a segunda temporada foi possível constatar a dimensão que um suicídio toma na vida das pessoas envolvidas direta e indiretamente, independente do motivo e grau de envolvimento, e como isso gera um choque aos telespectadores exatamente pela força que o enredo possuí e na autenticidade trabalhada nas cenas.

Portanto apresento a você cinco lições que 13 Reasons Why (Os treze porquês) nos traz:

5 – Atenção: hoje em dia é comum estarmos próximos de pessoas tristes e cabisbaixas e na maioria das vezes passa despercebido, e geralmente não é convencional sabermos o motivo que muitas das vezes é oculto por opção da pessoa, portanto observar aquele amigo, conhecido, etc, que sempre fica acanhado, calado ou cabisbaixo pode indicar diversas coisas e talvez você seja a pessoa que irá ajuda-lo (a).

4 – A violência tem que parar: a violência está por toda parte e nós somos os grandes vilões de tudo que se passa hoje no mundo, pois são as consequências de nossas atitudes. Raramente vemos atos de gentileza, compaixão e empatia, e isso é triste, portanto se você quer ver diferença no mundo, comece por você. Uma atitude muda tudo.

3 – Empatia: estamos expostos e sujeitos aos mais variados comentários, a violência, a apelidos ofensivos, etc, por isso ter a consciência de que este tipo de atitude com o próximo pode de fato ocasionar algo de grande expansão é indispensável, e refletir que isso não seria legal se acontecesse com você. Sempre é bom termos o conhecimento de nossos limites e realmente nos conhecermos de forma profunda, pois existem pessoas que tem os mesmos ou limites diferentes dos nossos, e isso gera um diferencial esperançoso para quem luta contra as causas tratadas na série.

2 – Abuso sexual: este é um assunto muito sério e falando um pouco de dados estatísticos, segundo a site Exame (23 de novembro de 2017), só no Brasil foram registrados 49.400 ocorrências de estupro só em 2016. Portanto é possível perceber o quão complexo este assunto é, pois no mundo sua expansão também é muito grande e ainda não se tem uma solução eficaz em todos os países  que é uma lástima.

1 – A culpa: pode-se observar que as razões da série possuem culpa, e por consequência de atitudes precipitadas, erradas ou até mesmo inconscientes podemos ferir alguém, portanto é sempre bom agir de forma gentil e empática, pois distribuir amor ao invés de trevas geram mais frutos, pois esse sentimento destrói o próximo e a você também.


“Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katherine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah acabara de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos”.


Posts relacionados

1 comentários:

  1. Até hj não vi a série mas cada lição é válida, com certeza. Sobretudo a número 3... precisamos desesperadamente!
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!