In Eduarda Graciano filmes/séries

O plano imperfeito.



“Harper (Zoey Deutch) e Charlie (Glen Powell) trabalham como assistentes para dois executivos em Manhattan. O temperamento e a dinâmica de seus chefes transformam suas vidas em um verdadeiro inferno. Desesperados e exaustos, os dois jovens se juntam para elaborar um plano um tanto quanto ousado: fazer com que os seus superiores se apaixonem e, dessa forma, os deixem mais tranquilos em relação ao trabalho”.

                                                    


Título: Set it Up
Direção: Claire Scanlon
Nacionalidade: Estados Unidos da América
Idioma original: Inglês
Gênero: Comédia romântica
Lançamento: 15 de junho de 2018
Duração: 1h45min.

Os assistentes de Kirsten (Lucy Liu) e Rick (Taye Diggs) passam por várias situações constrangedoras e difíceis tentando fazer tudo por seus chefes. Vivendo praticamente como babá, Harper (Zoey Deutch) suporta a chefe por admirá-la muito como profissional e ter a esperança de um dia ver um de seus artigos publicados pela famosa jornalista esportiva. Já Charlie (Glen Powell) se recusa a abandonar o emprego, porque tantos anos de dedicação total com certeza já estão lhe rendendo uma promoção à essa altura. E na tentativa de deixar os chefes mais felizes e, é claro, distraídos, que os dois se juntam numa missão nada fácil: fazer com que Kirsten e Rick se interessem um pelo outro e vivam um romance. 

Comédia romântica nova iorquina, esse é meu sobrenome e não tem nada nesse mundo que me deixe mais empolgada do que a espera pela estréia de um filme com essas características. Claro que eu amo todo filme deste gênero, e assim como eu, vocês não concordam que as clássicas cenas com multidões nas ruas, caminhadas pelo Central Park, takes do Empire State e corridas nos táxis amarelos até o aeroporto JFK tornam tudo muito mais charmoso?

O Plano Imperfeito, além de uma típica rom-com (abreviação de comédia romântica, do inglês romantic comedy) nova iorquina é uma rom-com raiz. A obra é uma história clichezinha, sem pretensão de ser inovadora, divertida e que sabe dosar comédia e romance. Glen Powell e Zoey Deutch têm muita química, são divertidos e extremamente carismáticos e isso também se aplica aos co-protagonistas. A presença da Lucy Liu no filme como a “chefe má” de Deutch só me deixou mais empolgada.

Obviamente o final está entregue desde a sinopse, afinal o que poderia acontecer com duas pessoas que tentam tão desesperadamente juntar outras? Contudo a comédia não é de todo clichê e eu mesma fiquei surpresa com alguns acontecimentos no final.

Desde 2011, com a estreia de Qual Seu Número? e O Noivo da Minha Melhor Amiga eu tenho esperado o lançamento de uma grande comédia romântica (com grande quero dizer que não essas feitas para pequenos canais de TV americanos). O filme dirigido por Claire Scanlon cumpre essa expectativa e é a comédia romântica mais hollywoodiana dos últimos anos (com exceção de Como Ser Solteira, talvez), porém peca num único aspecto: em algumas cenas podemos ver claramente os pedestres ao fundo encarando a câmera. Falta de atenção ou de cuidado? Não sei, mas é fato que economizaram na figuração. De qualquer forma, nada que atrapalhe a experiência.

O Plano Imperfeito é um filme despretensioso, que cumpre com sua missão de distrair, fazer sorrir e suspirar do começo ao fim.

Posts relacionados

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!