In filmes/séries Meicy Lins

A barraca do beijo (The Kissing Booth).





Título: A barraca do beijo (The Kissing Booth) 
Gênero: Comédia romântica 
Direção: Vince Marcello 
Nacionalidade: Estados Unidos 
Distribuição: Netflix 
Idioma: inglês 
Lançamento: 11 de maio de 2018
Duração: 1h40min.

Melhores amigos desde sempre, Elle (Joey King) e Lee (Joel Courtney) têm a inventiva ideia de gerenciar uma barraca do beijo durante um evento da escola. Para fazer da proposta um sucesso, a garota tenta convencer o galã Noah (Jacob Elordi), seu crush e irmão mais velho de Lee, a participar da brincadeira. Ele mostra-se irredutível, mas os dois acabam se aproximando como nunca, o que estremece a amizade de Elle e Lee “.

Devido ao enorme sucesso do filme e minha paixão por romances, decidi conferir se A barraca do beijo realmente merecia toda a audiência que recebeu desde o seu lançamento. Como uma fã de clichês, tenho que admitir que nesse quesito não deixou a desejar, o filme trata do "amor proibido" com protagonistas que seguem o padrão "A marrenta e o badboy". 

Elle, a mocinha da trama, é uma adolescente determinada e muito engraçada, se metendo em uma enrascada atrás da outra e gerando aparições hilárias, tem como fiel companheiro e melhor amigo Lynn, o irmão caçula do garoto por quem ela tem uma "quedinha". Amigos desde que são recém-nascidos, os amigos possuem um código de regras da amizade, cuja regra número nove proíbe relacionamento com parentes do melhor amigo, o que dificultaria um possível romance entre Elle e Noah. 

Em meio a brigas e provocações, existe uma inegável atração entre eles, Noah não consegue evitar de se apaixonar pela garota que antes não passava da melhor amiga do seu irmão, mas que agora se tornou uma mulher deslumbrante cuja beleza chama a atenção dos garotos da escola e também provoca o ciúmes do rapaz. Com uma festa se aproximando, a dupla decide organizar uma barraca do beijo, mas para isso precisamos da aprovação das três garotas mais populares da escola e da participação de Noah Flynn. 

No dia da festa, nossa protagonista ainda não conseguiu convencer o rapaz problemático a participar da barraca, o que não impede que o evento se torne um sucesso, inclusive para a própria Elle que é beijada pela primeira vez, por ninguém mais que Noah, o único garoto com quem ela não pode se envolver. O romance entre eles fica cada vez mais intenso depois do beijo, mas tudo deve ficar em segredo já que Lynn não pode nem pensar na ideia de sua amiga envolvida com o seu irmão mais velho. 

Para não acabar soltando spoiler acerca do desenrolar da trama, encerro dizendo que o longa, apesar de não ter atingido todas as minhas expectativas, é um romance divertido e digno de toda a atenção que recebeu, além de ser um ótimo passatempo para as noites solitárias e para os amantes de um bom clichê. 


Posts relacionados

1 comentários:

  1. Também adoro clichês afinal comédia romântica vive de clichês,eu curti a Barraca do Beijo, éum bom filme, não é o melhor filme de romance adolescente,mas é fofinho.

    https://euhumanaefinita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita! =] Volte sempre, com certeza teremos novidades quentinhas pra você!